Aloysio Neves, ex-presidente do TCE, tem relógios que valem R$ 200 mil, cada um

O conselheiro  é preso pela PF (Foto:   Fabiano Rocha / Agência O Globo)

Aloysio Neves era da “Turma do Guardanapo”

Aguirre Talento
Época

A Polícia Federal apreendeu, durante diligências da Operação Quinto do Ouro, na semana passada, dezenas de bens de luxo e obras de arte na casa do presidente do Tribunal de Contas do Rio de Janeiro, Aloysio Neves. Para Felix Fischer, ministro do Superior Tribunal de Justiça (STJ), a operação de busca e apreensão demonstrou que os conselheiros possuíam padrão de vida acima dos seus rendimentos. Segundo a PF, Aloysio Neves possuía em sua residência obras de arte, esculturas, imagens sacras e móveis de alto valor, “incompatíveis para o padrão de vida de um servidor público”. “Foram encontrados dois relógios, por exemplo, no valor, segundo consta, de R$ 200 mil reais cada”, apontou Fischer. Aloysio Neves possuiria até mesmo um seguro para suas obras de arte, no valor de R$ 18 milhões.

Outro conselheiro, Domingos Brazão, possui bens no exterior e “muitas pessoas jurídicas registradas em seu nome ou de sua esposa”, de acordo o STJ. Também foram encontrados documentos apontando a possível existência de contas no exterior em nome de parentes dele. Na casa do ex-conselheiro Aloisio Gama de Souza foram encontrados documentos comprovando pagamentos de R$ 7 milhões a um sobrinho.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGComo chefe do Gabinete da Assembleia do Rio, Aloysio Neves foi o elemento-chave dos esquemas de corrupção de Sérgio Cabral e Jorge Picciani e se tornou um dos destaques da famosa “Turma do Guardanapo”. Como retribuição aos serviços prestados, Cabral o nomeou para o Tribunal de Contas do Estado. Agora, Aloysio Neves e os outros conselheiros corruptos vão gastar com advogados o dinheiro que roubaram dos contribuintes. (C.N.)

10 thoughts on “Aloysio Neves, ex-presidente do TCE, tem relógios que valem R$ 200 mil, cada um

  1. Só num país de merda um sujeito como Brazão poderia fazer parte de uma corte encarregada de fiscalizar atos do governo estadual….

    Le brésil est un pays TRÉS serieux….kkkkkkkkkk

  2. “Agora, Aloysio Neves e os outros conselheiros corruptos vão gastar com advogados o dinheiro que roubaram dos contribuintes”. Tá errado isso. Esse dinheiro não é dele. Tem que confiscar tudo e se sobrar que pague os advogados. Ou procure a Defensoria Pública.

Deixe uma resposta para Roberto Marques Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *