Bolsonaro volta a criticar lockdown, ataca prefeitos e governadores, e diz que não é ‘ditador do Brasil’

Bolsonaro pensa (?) que nunca tem responsabilidade sobre nada

Ana Mendonça
Correio Braziliense / Estado de Minas

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) falou, mais uma vez, contra as medidas de isolamento adotadas por governadores e prefeitos para frear a pandemia de Covid-19. Segundo Bolsonaro, ele não é o ditador do Brasil, por isso ninguém poderia cobrar dele posicionamentos sobre o desemprego. A declaração foi feita para apoiadores nesta terça-feira, dia 13.

“O pessoal fica reclamando que acabou o emprego, mas quem fechou o comércio não fui eu. Quem te obrigou a ficar em casa não fui eu. Eu faço a minha parte. É impressionante, com todo respeito aqui, o pessoal em vez de dar força para mim, criticam. Eu não sou ditador do Brasil”, declarou, em frente ao Palácio da Alvorada.

“OUTRAS PESSOAS” – Durante conversa, Bolsonaro respondeu um apoiador que pediu a ele atenção ao estado do Rio de Janeiro. Segundo Bolsonaro, “tem outras pessoas para tomar conta” da região. “Lá, o povo elegeu 70 deputados estaduais e elegeu 51 vereadores. Eu sou presidente da República. Estados e municípios têm outras pessoas para tomar conta”, disse.

Na tarde dessa segunda-feira, dia 12, Bolsonaro disse que governadores e prefeitos estão dando ‘amostra do comunismo’ ao manterem as restrições. Segundo o presidente, o Brasil está tendo “uma amostra do que é o comunismo e quem são os protótipos de ditadores”. Segundo ele, são “aqueles que decretam proibição de cultos, toque de recolher, expropriação de imóveis, restrições a deslocamentos, etc…”.

PREFEITOS E GOVERNADORES –  Nas últimas semanas, o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PSD), ficaram em evidência após irem de encontro a uma decisão do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Nunes Marques – indicado por Bolsonaro –, que pediu a volta de cultos e missas presenciais.

No estado de São Paulo e em BH as celebrações estão proibidas. Na quinta-feira da semana passada, o STF decidiu que os estados e municípios podem restringir missas e cultos, deixando o governador paulista e o prefeito de BH nos holofotes da política brasileira.

VÍTIMAS – Na segunda-feira, dia 12, o país registrou 1.738 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas e totalizou 355.031 óbitos desde o início da pandemia. A média móvel de mortes no Brasil nos últimos 7 dias bateu um novo recorde e chegou a 3.125. É a pior média móvel de mortes pela doença já registrada, superando o número de 1º de abril (3.119).

Os números estão no novo levantamento do consórcio de veículos de imprensa sobre a situação da pandemia de coronavírus no Brasil. Durante a pandemia de Covid-19, Jair Bolsonaro adotou inúmeras medidas negacionistas. Desde negar a gravidade do vírus, postergar a compra de vacinas, não usar máscara e até provocar aglomerações.

12 thoughts on “Bolsonaro volta a criticar lockdown, ataca prefeitos e governadores, e diz que não é ‘ditador do Brasil’

  1. É difícil compreender a lógica desse cara. Talvez dentro da sua cloaca superior ele se julgue o gênio da raça, o bonzão da praça. As suas agressões frequentes a todo mundo são estranhas. O pior é que além de grosseiro ele é incompetente. E ninguém tem que ser representado por um boçal como ele. Daí a necessidade de impeachmente antes que ele mate todo o país.

  2. Isso não é comunismo idiota!!
    Alguém avisa pra este imbecil que estamos numa severíssima PANDEMIA!!

    JÁ PERDEMOS 353.293 VIDAS, E CONTANDO…
    ATÉ HOJE O DEMÔNIO JAMAIS FOI NUM HOSPITAL SE INTEIRAR DO ASSUNTO. JAMAIS SE SOLIDARIZOU COM AS FAMÍLIAS DESTRUIDAS!! É UM LIXO HUMANO!!

    SÓ CHACOTAS, XINGAMENTOS E DESPREZOS COM O POVO!

    O lugar de um genocida é a prisão.
    Fez tudo o possível pra atrapalhar, pra atrasar a chegada das vacinas e tergiversou o tempo inteiro.

    Ele é o problema, todos já perceberam.
    É louco, mentiroso, desonesto, ladrão há trinta anos, meteu todos os filhos na política pra roubar do mesmo jeito.

    É um incompetente, extremamente limitado intelectualmente, AUTORITÁRIO e intempestivo, defeca pela boca!
    Juntou tudo de ruim de todos os ex-presidentes numa pessoa só!!

    É a personificação do mal, o verdadeiro DEMÔNIO em pessoa!

    Merece o pior!!
    É o que desejo profundamente!!

    JL

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *