Ditadura militar: corrupta e corruptora

Batista Filho

Maluf foi “gestado” e “criado” durante a ditadura militar. Corrupta e corruptora, a ditadura militar também “gestou” e “criou” uma série de outros monstrengos que até hoje assombram o país: além de Maluf, o clã Sarney, o clã Magalhães, o clã Eliezer/Eike Batista, Delfim Neto… bem como as famílias donas dos grandes meios de comunicação de Pindorama.

Para minha surpresa, muitas pessoas que se acham de “visão” se recusam a enxergar que nada nem ninguém corrompeu e atrasou este país como os milicos golpistas, que até hoje tem uma cacetada de lambe-botas!

A “zorra” é que quem sucedeu as antas golpistas, sequer procurou combater essas roubalheiras seculares, seja por serem filhotes da ditadura (Sarney, Delfim Neto, clã Eliezer/Eike Batista, organizações Marinho…), seja, no mínimo, por serem coniventes com as falcatruas que continuam a prosperar em Pindorama (Lula, Zé Dirceu…).

Agora, achar que a corrupção nasceu há pouco mais de dez anos, cá pra nós: é de uma clareza igual as águas do Tietê, no centro de São Paulo!

Volto a afirmar o que comentei d’outra vez: os milicos golpistas estupraram a incipiente democracia tupiniquim! Um estupro pode durar alguns minutos, “apenas”. Quanto as sequelas advindas dessa violência, permanecem indeléveis – e não somente para a vítima direta! – familiares, pessoas da convivência sofrerão todo o mal proveniente de tal violência.

Com o passar do tempo, com terapia e Amor, muito Amor e paciência, o trauma pode ser atenuado. N’alguns casos é realmente superado: a(s) vítima(s) consegue(m) tocar sua(s) vida(s), mesmo carregando em si as marcas da brutalidade impingida. Isso em condições ideais… Mas, tem sempre um “mas”, não é mesmo? – quantas pessoas têm condições de pagar terapia por anos a fio? Quantas pessoas, em situações análogas, têm familiares e amigos que permaneçam ali, à disposição para ajudar, amparar, com Amor e paciência?

Esses 21 anos de Ditadura têm a mesma significação de estupros, múltiplos e continuados. A cultura que nos foi legada: autoritarismo, deseducação, desinformação, corrupção… infelizmente ainda continuará, quase onipresente, por várias gerações. Os (sobre)viventes, nós, que de uma forma ou outra convivemos com esse período de “apenas” 21 anos, não passamos incólumes por essa política de Estado de autoritarismo, deseducação, desinformação, corrupção… por mais que nos julguemos com consciência plena do nosso livre arbítrio.

Desde o período da “redemocratização”, com Sarney, fiel vassalo da Ditadura, tragicômico, não? – passando por Collor, Itamar, FHC, Lula e agora Dilma – todos os governos, sem nenhuma exceção! – ficaram muito aquém do desejável, do necessário a se fazer, não só em prol da Educação, como também da Saúde, da infraestrutura básica, do combate a corrupção… necessárias para o desenvolvimento harmônico de nosso país.

Em tempo: Maluf não foi preso ainda, dentre outros motivos, porque a cultura que continua imperando em Pindorama é a que foi “cevada” pelos milicos golpistas.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

One thought on “Ditadura militar: corrupta e corruptora

  1. E eles ainda estão entre nós!! Os milicos estão aí, com salários altos, armados e em gnd quantidade!! Vale olhar a folha de pagamento das forças armadas – muito maior do q os 37 ministérios do atual gov. PTMDB!!

Deixe uma resposta para Rachel Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *