Fora da lei: escritório de Brindeiro não assina carteira de seus funcionários

Carlos Newton

Esta é de estarrecer. Recebemos a denúncia de que o Escritório de Advocacia do ex-procurador-geral da República, Geraldo Antônio Brindeiro, que entre outros clientes, dá assistência à operadora de serviços telefônicos VIVO, não assina a Carteira de Trabalho de seus funcionários.

Quando aparece algum fiscal da Secretaria ou do Ministério do Trabalho na sede do escritório, os funcionários em situação irregular são “convenientemente” removidos para um local fora do alcance da fiscalização e só voltam ao trabalho após o fim da inspeção.

Uma vergonha que requer uma fiscalização imediata por parte da Delegacia Regional do Trabalho do Distrito Federal e uma nota de reprovação da Ordem dos Advogados do Brasil, tão ciosa em denunciar irregularidades em setores que nem lhe dizem respeito.

Como se sabe, Geraldo Antônio Brindeiro ficou famoso no governo FHC como “engavetador” da República.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

0 thoughts on “Fora da lei: escritório de Brindeiro não assina carteira de seus funcionários

  1. Quase 2 anos após essa denuncias os funcionários continuam sem registro em carteira de trabalho e pior foram mandados embora não receberam nada.
    O escritório foram da lei do Sub Procurador da Republica Geraldo Brindeiro continua a desafiar as leis trabalhistas. O mais absurdo é que nem a OAB nem a delegacia do trabalho nada faz para garantir os direitos dos funcionários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *