Governador interino do Rio anuncia em rede social que recebeu ligação de Flávio Bolsonaro e comemora “diálogo”

Castro tenta diluir o clima bélico com o governo Bolsonaro

Maiá Menezes
O Globo

O governador interino do Rio, Cláudio Castro, enviou nesta segunda-feira, dia 31, via redes sociais, um recado que é uma punhalada na política de atrito com o governo federal que o governador afastado Wilson Witzel vinha travando. Informou ter recebido uma ligação do senador Flavio Bolsonaro que, segundo ele, “se pôs à disposição para renovar o regime de recuperação fiscal do estado”.

O senador se tornou desafeto explícito de Witzel, depois que o então governador rompeu com a família Bolsonaro. Chegou a acusar Witzel de influenciar o Ministério Público do Rio nas investigações sobre as “rachadinhas” em seu gabinete, quando deputado estadual. Parte das irregularidades foi comprovada.


“PELO RIO” –  Com o slogan “Todos pelo Rio”, Cláudio Castro dilui o clima bélico com o governo Bolsonaro, que nunca perdoou Witzel. Interino, o governador enfrenta quarta-feira dia decisivo: o plenário do Superior Tribunal de Justiça pode rever a decisão monocrática que afastou Witzel.

Nesta segunda-feira, o governador em exercício fez a sua primeira reunião com o secretariado do estado. Cláudio Castro determinou a publicação, em edição extra do Diário Oficial, de três decretos de austeridade de gastos e que preveem enxugamento de estruturas. O objetivo é garantir o equilíbrio das finanças do estado, promovendo também um ambiente seguro para investidores e empreendedores.

Um dos decretos institui o Comitê de Programação das Despesas Públicas do Estado, que será presidido pelo governador e formado pelos secretários de Fazenda, Casa Civil e Planejamento e pelo procurador-geral do estado. O colegiado vai deliberar sobre o ordenamento de empenhos, novas contratações, celebrações de convênios e quitações de ‘Restos a Pagar’ e de despesas de exercícios anteriores com valores iguais ou superiores a R$ 1,8 milhão.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG 
–  Já era prevista a esfuziante comemoração de Castro ao menor aceno da família Bolsonaro. Além da dependência financeira do estado, o governador interino precisa de apoio político. Inclusive, já avisou aos mais chegados que deixará o PSC, partido de Witzel, e que consultará o clã presidencial antes de tomar decisões de impacto nacional. (Marcelo Copelli)

9 thoughts on “Governador interino do Rio anuncia em rede social que recebeu ligação de Flávio Bolsonaro e comemora “diálogo”

  1. Quem pensa que vai isolar os Bolsonaros, está perdendo tempo: mesmo que os confirmassem dentro de um curral, onde um Mourão da porteira fosse o próprio Vice, e o outro fosse Adélio!

  2. Curiosidade:
    O senador Flavio Bolsonaro, pelo Rio de Janeiro, ” que se colocou à disposição para ajudar a tratar de recuperação fiscal do Estado do Rio de Janeiro ….”
    Afinal ele é senador do pai dele ou senador do povo que o elegeu?
    Quer dizer então que antes ele trabalhava contra o RJ. Como sempre, confessa sem precisar de alguém perguntar.
    Fim da picada.

  3. Tcham, tcham, tcham!!! Mais um capítulo da emocionante novela “As peraltices de Flavio”
    Neste capítulo, Flavinho, seguindo orientações de papai, faz aliança com mais títere corrupto a fim de alcançar seu objetivo, mandar para a cana dura os desavisados procuradores que se atreveram a atrapalhar suas jogadinhas.
    Emocionante!!!
    Mas. infelizmente, novela reprisada.

Deixe uma resposta para Paulo III Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *