Jornalista lança livro sobre a Líbia de Muamar Kadafi que poucos conheciam

Resultado de imagem para A Líbia de Muamar KadafiCarla Regina
Site Mancha Verde

Será lançado nesta quarta-feira, dia 7 de junho – data de nascimento do líder Muamar Kadafi – o livro “A Líbia de Muamar Kadafi”, de José Gil de Almeida, editor do site Marcha Verde. O livro mostra a Líbia que a mídia ocidental jamais mostrou, um país soberano, próspero, que repartia com a população a riqueza oriunda da venda de petróleo. Com pouco mais de 6 milhões de habitantes, um dos maiores produtores de petróleo do mundo, a Líbia de Kadafi era considerada a “pérola da África”, segundo o autor, que justifica: “A Líbia de Kadafi tinha o maior IDH (índice que mede a qualidade de vida dos habitantes) da África; maior até que o registrado no Brasil”.

O livro tem 120 páginas e trata de algumas viagens que o autor realizou à Líbia. Talvez José Gil seja o brasileiro que mais viajou à Líbia de Kadafi, foram 19 vezes, e a última delas três meses antes da guerra em que Kadafi foi assassinado.

O livro mostra experiências de brasileiros que visitaram a Líbia, a convite do autor. Em uma dessas viagens ele levou 12 convidados para participar dos festejos da Revolução Al Fateh .

KADAFI E SADDAM – Além de tratar da Líbia kadafista, o autor revela fatos não publicados pela mídia sobre a prisão e morte de Saddam Hussein e seus filhos. A base militar norte-americana em Kandahar, no Afeganistão, também merece um capítulo do livro, afinal, o autor conheceu jornalistas e correspondentes de diversos países em suas viagens à Líbia, e continua recebendo notícias e informações.

Outro capítulo que merece destaque trata da morte do embaixador norte-americano por linchamento na cidade de Benghazi..

O livro será vendido a 25 reais pela internet, através do site Marcha Verde. O lançamento será nesta quarta-feira, dia 7, às 19 horas, no Espaço Saúde (Rua Brasílio Itiberê, 3610 – Sobreloja), no bairro Água Verde, em Curitiba.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGKadafi era um ditador, mas transformou a Líbia num país progressista e altamente ocidentalizado, com respeito à diversidade de religiões e crescente distribuição de renda. Para tomar o petróleo líbio, os Estados e seus aliados destruíram o país,  assim como fizeram no Iraque e no Afeganistão. Só não conseguiram destruir a Síria devido à intervenção da Rússia. (C.N.)

4 thoughts on “Jornalista lança livro sobre a Líbia de Muamar Kadafi que poucos conheciam

  1. Hoje é curioso saber que enquanto o Kadafi era rotulado pelo Jornal Nacional como o ditador da Líbia, para a população brasileira, esta era roubada por “democráticas” quadrilhas!
    Se na época tivéssemos trocado o PT, o PSDB e o PMDB pelo líder líbio, teríamos saído no lucro.

    • Ele morreu em 2011? O presidente americano na época não era a terceira pessoa da Trindade? (as outras duas eram Cristo e Lula… )? Não eram os ventos da primavera árabe, a busca da democracia perfeita? Esse livro lembra de abordar esses dois detalhes?

  2. Se o mundo já era ruim com Sadam Hussein e Muamar Kadafi, com certeza ficou muito pior com a derrubada deles. Infelizmente, só agora o Ocidente está se dando conta disso, derrubar esses tiranos do poder significou dar um tiro de escopeta bem no meio de um vespeiro. FOI UMA ESTUPIDEZ MONUMENTAL!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *