Na chamada undécima hora, PCdoB decide apoiar Haddad, mas não revela termos do acordo

Carlos Newton

Conforme adiantamos insistentemente aqui no Blog, o PCdoB acabou desistindo da candidatura do vereador Netinho de Paula e decidiu apoiar o petista Fernando Haddad em São Paulo. Segundo a repórter Daiene Cardoso (Agência Estado), o presidente do diretório municipal do PCdoB de São Paulo, Wander Geraldo da Silva, disse que pesou na decisão do partido o fato de a disputa já estar polarizada entre o PT e o PSDB

“Politicamente a gente podia ficar fora do centro do debate. A campanha está polarizada entre o Haddad e o Serra. O resultado seria o Netinho sair menor (do processo) do que ele é”, argumentou o dirigente. De acordo com Wander, a manutenção da candidatura do vereador à Prefeitura seria para atender a um desejo interno do PCdoB.

Ainda segundo ele, o partido não impôs a condição de indicar o vice para formar a aliança com Haddad. Wander também negou que a situação política em outras cidades, como Porto Alegre e Fortaleza, tenham sido colocadas em debate para chancelar o acordo. Para Wander, a definição do vice cabe apenas ao pré-candidato Fernando Haddad. “Tem de ser uma escolha dele, não pode haver imposição. Ele tem de ficar à vontade”, defendeu.

O dirigente comunista não revelou as bases do acordo. Mas nos bastidores da política sabe-se que esse tipo de apoio tem preço e custa caro, muito caro. Além disso, indicar a sambista e deputada Leci Brandão para vice será mais uma piada numa campanha eleitoral que já beira o ridículo, depois da confraternização entre Lula e Maluf.

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *