PT em franca decadência no Rio Grande do Sul

Francisco Bendl

Não será somente na bela Recife (cidade que conheço muito bem) que o PT terá uma derrota histórica, mas também na minha capital, Porto Alegre!

Fortunati, tranquilo.

Adão Villaverde, o candidato petista, sequer irá para o segundo turno, que pode até não acontecer, pois o candidato à reeleição, o Fortunati, PDT/RS, de acordo com as últimas pesquisas vencerá em primeiro turno.

A queda maior foi da comunista Manuela, que chegou a estar em primeiro lugar, no entanto, constatou-se que ela reunia muitas contradições entre o que divulgava e a ideologia de seu partido, além de errar de forma grave ao enaltecer o jovem e menosprezar o velho.

Adão, não tem alcançado 10%, permanecendo oscilando entre 7,8 e 9% de intenções de votos, graças ao antigoverno de Tarso Genro, que eu o denomino de “bizarro”, pela pésssima gestão à testa do Estado do Rio Grande do Sul.

Adão está recebendo sobre a sua candidatura as consequências de uma administração sofrível, onde a palavra empenhada não tem valor, promessas de campanha não foram cumpridas, assassino é condecorado em Palácio (Batistti, o terrorista italiano que matou 4 pessoas a sangue frio foi condecorado pelo petista de forma ofensiva aos gaúchos que não o perdoaram). Um governo que endivida o Rio Grande através de empréstimos constantantes, nega-se a pagar o Piso Nacional aos professores que ele assinou e seu partido referendou, e cria uma estatal desnecessária para servir de cabide de emprego aos apaniguados.

Enfim, Adão, o nu de idéias e de intenções para com a capital dos gaúchos, está servindo de exemplo que o gaúcho tomou consciência e que basta de mentiras, engodos, que o PT de fato só quer é o poder, e o povo que se lixe!

Portanto, Recife e Porto Alegre, duas das mais importantes capitais do Brasil, certamente estão demonstrando que não estão a cabresto de falsos líderes e pseudo deuses da política nacional!

This entry was posted in Sem categoria. Bookmark the permalink.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *