PT teme desmobilização da militância que iria a Curitiba para defender Lula

Resultado de imagem para moro e lula charges

Charge do Paixão, reproduzida da Gazeta do Povo

Paulo de Tarso Lyra
Correio Braziliense

Feito pela Polícia Federal, o pedido de adiamento, do depoimento do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva ao juiz Sérgio Moro, em Curitiba, preocupa o PT, que teme uma desmobilização da militância para defender o petista. Lula, contudo, afirmou, durante seminário organizado pelo partido em Brasília, que comparecerá em qualquer data que o juiz Sérgio Moro marcar. “Isso não é um problema meu. Não fui eu quem marcou a data. Eu vou o dia que o Moro quiser, porque será a primeira vez, em viva-voz, que eu vou poder me defender. Porque estou há três anos só ouvindo”, reclamou o petista.

A Polícia Federal encaminhou ontem um pedido ao juiz Sérgio Moro para adiar o depoimento de Lula, marcado para o próximo dia 3. Oficialmente, a argumentação é de que a corporação precisava de mais tempo para organizar a segurança do evento.

50 MIL MILITANTES – Petistas como o ex-ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gilberto Carvalho, admitem que eram esperados 50 mil militantes. “Claro que é ruim se a data for trocada. Muitos companheiros já tinham comprado passagens. O fato de segunda-feira (dia 1º) ser feriado ajuda, especialmente para aqueles que moram longe de Curitiba”, disse Gilberto.

Será a primeira vez que Lula e Moro estarão frente a frente. A situação do ex-presidente deteriorou-se muito na semana passada, principalmente após o depoimento do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, que afirmou que Lula pediu para ele “destruir provas da Lava-Jato” e confirmou que a empreiteira fez obras no sítio de Atibaia e que o tríplex é, de fato, do petista.

Lula tentou amenizar as declarações do empresário. “Com a tortura psicológica que ele vem sofrendo, entregaria até a mãe. Agora é engraçado que vejo reportagens com delatores condenados a 26 anos de prisão morando em casas com piscina e vista para o mar.”

PANELA DE PRESSÃO – Para o ex-governador da Bahia Jaques Wagner – citado nas delações da Odebrecht – o possível adiamento do depoimento de Lula só aumenta a panela de pressão social. Ele próprio admite que deverá ir a Curitiba para prestar solidariedade ao ex-presidente.

“O enredo está desenhado, eles (o juiz e o Ministério Público) precisam de um desfecho. Se Lula for preso, torna-se herói. Se for interditado (tornar-se inelegível por condenação em segunda instância), poderá apoiar outros nomes e os militantes vão votar em quem for indicado por ele”, completou.

Questionado sobre o fracasso do governo da ex-presidente Dilma Rousseff, o “poste” apoiado por Lula em 2010 e 2014, Wagner brincou. “Eu me abstenho de comentar isso”, disse o ex-ministro da Defesa e da Casa Civil de Dilma Rousseff.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOGA situação ficou engraçada. Sem confirmação do depoimento, nenhum petista vai a Curitiba. O juiz Moro pode marcar para o dia em que bem entender. Ninguém sabe o que ele vai decidir. É uma disputa de gato e rato. (C.N.)

9 thoughts on “PT teme desmobilização da militância que iria a Curitiba para defender Lula

  1. Do Estadão:
    ‘A mim não preocupa’, diz Lula sobre decisão de Palocci de fazer delação. O petista disse que, pressionados, delatores como Léo Pinheiro entregam ‘até a mãe’.
    ====
    Esse gentleman era presidente do Brasil…

    • Alex
      O crime organizado não dá recibo, usa nomes falsos e de laranjas em contas frias.
      Os honestos que cometem “deslises” são pegos facilmente. Criminoso do tipo de Lulla e quadrilha, agem no submundo, no lixo, em lugares onde seres humanos sérios jamais passarão.
      Não esqueça: o testemunho de um contra um é a palavra contra a palavra. No entanto, quando vários, separadamente, contam a mesma história, a coisa muda.
      A prova testemunhal vale em outros tribunais, em todos para ser mais exato.
      Fallavena

  2. Acho eu que o juiz Sérgio Moro deve respeitar a data inicialmente marcada. Qual o problema? Muitos petralhas estão com passagem comprada. Isso mesmo, como alguém já falou, muda a data e vão sair dizendo que não havia nenhum “vermelho por lá” Senhor Juiz nada de fugir da raia

  3. A militancia do PT de hoje nao atua por ideologia mas por puro interesses escusosos e vantagens apequenadas , certamente quem estiver presente neste evento , estara sendo pago de alguma forma .

  4. Moro agiu com prudência e não com medo!
    Com baderneiros e bando de criminosos é preciso estar preparado. Se o dito povo do “bem” também sair às ruas, será muito maior e poderá calar a ralé que ainda defende o Luladrão.
    Quem ainda acredita que todos os delatores estão mentindo?
    Quando se ouve e lê algumas manifestações, facilmente chegasse a conclusão que nossa sociedade, pela maioria dos seus integrantes, está muito doente da mente e com falta de dignidade.
    Dia 10.05, se tudo der certo e for confirmada a audiência, estarei em Curitiba.
    Fallavena

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *