Surgem provas do envolvimento de Loures e Temer na corrupção dos portos

SAO PAULO, SP, BRASIL, 19-05-2017: O deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) chega de Nova York no Aeroporto de Guarulhos, após ter seu citado na delação de executivos da JBS. (Foto: Bruno Santos/ Folhapress) *** FSP-PODER *** EXCLUSIVO FOLHA***

Loures é ingênuo e guardava os documentos

Reynaldo Turollo Jr. e Rubens Valente
Folha

A Polícia Federal apreendeu em endereços de Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR), ex-assessor do presidente Michel Temer, documentos referentes a interesses da empresa portuária Rodrimar, segundo relatório policial. Já haviam sido revelados grampos em que Loures defende interesses do setor portuário e da Rodrimar, conforme a investigação, em conversa com Temer, um assessor jurídico do governo e um representante da própria empresa. Os documentos foram coletados no último dia 18, quando foi deflagrada a Operação Patmos, decorrente da delação da JBS. Rocha Loures foi indicado por Temer para tratar de interesses da empresa de carnes e foi filmado correndo com uma mala com R$ 500 mil em São Paulo.

Policiais também acharam nos imóveis e no antigo gabinete de Rocha Loures na Câmara anotações sobre contatos no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica) e o organograma do órgão, R$ 20 mil em dinheiro, “uma pasta de arquivo no armário do quarto do filho, contendo documentos sobre conta no [banco] Credit Suisse”, que estava em um apartamento em Curitiba, e retiveram pen drives, computadores e outros itens. De acordo com delatores, Rocha Loures teria recebido propina em troca de intervir em favor do grupo J&F, que controla a JBS, no Cade.

DECRETO DOS PORTOS – Interceptações telefônicas revelaram que Rocha Loures conversou com Temer e com o principal assessor jurídico da Presidência, Gustavo do Vale Rocha, sobre o teor de um decreto, publicado em 10 de maio, que ampliou de 25 para 35 anos os prazos dos contratos de concessões e arrendamentos de empresas portuárias.

No gabinete que era de Rocha Loures na Câmara, a PF apreendeu um envelope com a inscrição “Paranaguá”, onde há um porto, com uma cópia do “ofício n° 197/2014 da Antaq [agência reguladora], referente a processo […] envolvendo a empresa Rodrimar S/A”.

Havia ainda “outros documentos da AGU [Advocacia Geral da União]/TCU [Tribunal de Contas da União] também relacionados à empresa Rodrimar”, segundo a PF, e um “papel indicativo de exclusão de dispositivo de decreto com a inscrição manuscrita ‘Kia 7819/2012′”.

GRAMPEADO – Como a Folha noticiou na quarta (31), Rocha Loures teve diálogo interceptado com o principal assessor jurídico do Planalto, em 8 de maio, insistindo para que fosse incluída no decreto dos portos uma regra que ajudaria empresas portuárias que obtiveram concessões antes de 1993. A norma é tratada como “pré-93”. A Rodrimar opera em duas áreas no Porto de Santos, no litoral paulista, uma obtida antes e outra após 1993.

No grampo, o assessor jurídico Gustavo Rocha diz a Loures: “É uma exposição muito grande para o presidente se a gente colocar isso [o ‘pré-93’]… Já conseguiram coisas demais nesse decreto“.

No dia seguinte a essa conversa, Rocha Loures e Ricardo Mesquisa, da Rodrimar, conversaram sobre a negativa do Planalto em atender o pleito da empresa. “Agora precisamos ver o que o governo vai fazer, né?, Ricardo, com relação ao texto“, diz Loures, segundo transcrição da PF.

Mas só pra dizer que é, enfim, ficou confirmado amanhã a cerimônia, acho que às onze horas, né?“, diz Loures, conforme a transcrição. Mesquisa responde: “Humm humm“. E o decreto acabou sendo editado sem a norma pleiteada.

BUSCAS NA EMPRESA – A Rodrimar também foi alvo de buscas no dia 18. A PF recolheu documentos e computadores da empresa. Procurada na noite desta sexta-feira (2), a Rodrimar afirmou, em nota, que Rocha Loures participou do grupo criado pelo governo para discutir o decreto dos portos.

“Ter documentos relacionados a questões de portos, portanto, não é estranho. Aliás, não apenas Rocha Loures, mas outros agentes públicos tratam de questões relacionados aos portos brasileiros, e empresas do setor, Rodrimar incluída, assim como entidades setoriais, sempre mantiveram relacionamento institucional com eles”, diz a nota.

Ao reiterar ao STF (Supremo Tribunal Federal) pedido de prisão de Rocha Loures, o procurador-geral da República, Rodrigo Janot, afirmou que ele é um “verdadeiro longa manus” de Temer – um executor de tarefas a mando do presidente.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
Como o comentarista Antonio Santos Aquino costuma denunciar aqui na Tribuna da Internet, sempre se soube que Temer era envolvido em corrupção no Porto de Santos. Realmente, era um fato público e notório, mas não havia provas. Agora, a coisa mudou de figura e as provas contra Temer são abundantes. Como diz o velho ditado, nada como um dia atrás do outro. (C.N.)

14 thoughts on “Surgem provas do envolvimento de Loures e Temer na corrupção dos portos

  1. E vamos avançando. Temer se complicou mais ainda, o MPF pediu a prisão de Lula, Palocci vai complicar mais ainda Lula e Mântega vai desmascarar de vez a Dilma “Inocenta”. Sábado de sol.

  2. Vivi por pouco tempo numa capital do norte do Brasil. Capital, acentuo. Lá, tive a infelicidade de constatar que havia famílias que alimentavam seus bebês com água e açúcar porque não tinham dinheiro para o leite. Isso arrasa qualquer um – é triste.
    Esse fato não é novidade para ninguém, mas mesmo assim há gente que não se sensibiliza com a desgraça alheia. Nos seus corações não habitam a caridade, o amor ao próximo, o sentimento de culpa por nada fazerem para mudar o status quo. É incompreensível esse comportamento do homem.
    Pois bem, se tudo isso é lamentável, considerem a alma de um desgraçado, filho de uma puta, que se corrompe para ter uma aposentadoria de 500 mil reais semanais. O que pode punir um canalha dessa natureza? Tirar-lhe o foro privilegiado? Não, pelo amor de Deus, ponham o cão na cadeia e dê-lhe agua com açúcar quando ele pedir comida.

  3. É possível ter um vice-presidente corrupto em um governo sério? Claro que não!
    Eleitores, não se esqueçam:
    – Temer era vice de Dilma e ambos foram eleitos por quem? Pelo PT e seus puxadinhos.
    – Herança maldita de FHC=Lula.
    – Herança maldita de Lula=Dilma
    – Herança maldita de Dilma=Temer.
    O PT tem de assumir suas responsabilidades. Temer é coisa deles!
    Acho que o PT tem direito de tirar Temer e de defender a constituição. Eleições Indiretas já!
    Fallavena

      • Armando
        Ficou até legal: “petecanos”.
        É um cruzamento que os tucanos não vão gostar (aves de verdade).
        Faz muito tempo, aqui no sul, dizíamos que o sujeito muito esperto era “AVE”.
        É preciso que este bicho seja, URGENTEMENTE, julgado em extinção.
        Abraço.
        Fallavena

  4. Bravo Lava Jato!
    Agora é torcer para que os ministros partidários, membros do STF não o soltarem!
    Destes se espera tudo: Marco Aurélio, Gilmar Mendes, Toffoli e Lewandowiski.

  5. Surgem provas da corrupção de temer nos portos , JBS e em outras tantas que se investigar e nada acontece , dinheiro publico jogado fora só para promover uma justiça constituida de enganação , pura pirotecnia que só serve para desestabilizar a nação e gerar lucros a especuladores financeiros . Judiciário , legislativo , exec

    • Surgem provas da corrupção de Temer nos portos , JBS e em outras tantas que se investigar e nada acontece , dinheiro publico jogado fora só para promover uma justiça constituida de enganação , pura pirotecnia que só serve para desestabilizar a nação e gerar lucros à especuladores finceiros , que são os verdadeiros detentores do poder deste nação convalecida . Judiciário , Legislativo e Executivo na realidade são metástase de um câncer que chamamos erroneamente de poderer , pois este emana do povo e não desta quadrilha organizada.

  6. Surgem provas da corrupção de Temer nos portos , JBS e em outras tantas que se investigar e nada acontece , dinheiro publico jogado fora só para promover uma justiça constituida de enganação , pura pirotecnia que só serve para desestabilizar a nação e gerar lucros à especuladores finceiros , que são os verdadeiros detentores do poder deste nação convalecida . Judiciário , Legislativo e Executivo na realidade são metástase de um câncer que chamamos erroneamente de poderer , pois este emana do povo e não desta quadrilha organizada.

Deixe uma resposta para Armando Cancelar resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *