Um canto de amor do poeta gaúcho Cairo Trindade aos sem-terra, sem-teto e sem-voz

Paulo Peres
Poemas & Canções

A arte do poeta gaúcho Cairo de Assis Trindade (1946-2019) tinha forte conotação social. Ele não esquece os  fracos, marginalizados e renegados pela sociedade, mas sempre mantém seu viés romântico, como neste “Cantor do Amor”.


CANTOR DO AMOR

Cairo Trindade

Eu queria ser o poeta
dos sem-terra e dos sem-teto;
servir, como um anjo da guarda,
aos tristes e deserdados;

ser o arauto dos sem-voz,
dos loucos, perdidos e sós;
dos feios, fracos, falidos,
sem porra nenhuma na vida.

Eu queria ser o poeta
de todos os que não deram certo;
sem deixar, por um instante,
de ser o cantor dos amantes.

2 thoughts on “Um canto de amor do poeta gaúcho Cairo Trindade aos sem-terra, sem-teto e sem-voz

  1. Uma dica para um pouco de arte que vale a pena: Youtube, Playing for Change: Guantanamera, Mama Africa, Las Bamba. Há tanta coisa boa por lá… Há até a voz e o talento de Peter Tosh!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *