O receio de Jaques Wagner com a CPI da Braskem é o envolvimento da Petrobras

Renan tranquiliza Wagner sobre a participação da Petrobras

Nicholas Shores
Veja

O líder do governo no Senado, Jaques Wagner (PT-BA), é hoje o maior opositor (dentro da própria base) à instalação da CPI da Braskem. Recentemente, disse a Renan Calheiros (MDB-AL) ter “receio” de que o inquérito parlamentar “respingasse” em Jean Paul Prates, presidente da Petrobras – segunda maior acionista da petroquímica, atrás apenas da controladora Novonor (ex-Odebrecht).

O senador emedebista tentou convencê-lo, dizendo que vai ocorrer exatamente o contrário. Ou seja, acha que a CPI vai ajudar a Petrobras a “resolver o pepino” de ser sócia da companhia.

Calheiros argumentou ao senador baiano que a Braskem registrou prejuízos nos dois anos e, mesmo assim, pagou dividendos de 7,8 bilhões de reais aos acionistas no último exercício financeiro. “Isso vai ‘micar’ na mão da Petrobras”, disse.

DÍVIDA AMBIENTAL – O senador alagoano continou, afirmando que, sendo a Braskem a maior petroquímica da América Latina, seria um “acinte” a empresa não pagar uma dívida ambiental “com o povo de um dos estados mais pobres do país”.

E concluiu: “Não tenha receio nenhum. Ao entender dessa forma, você está desinformando o governo. Vamos investigar a responsabilidade jurídica da Braskem nas reparações pelo desastre socioambiental em Maceió. Nós não vamos investigar a ex Odebrecht da Bahia, de São Paulo, do Rio Grande do Sul.”

Por ora, Wagner não parece ter mudado de posição. O PT, liderado por Fabiano Contrato (ES), ainda indicou integrantes para a CPI.

###
NOTA DA REDAÇÃO DO BLOG
– Importantíssima essa declaração de Renan Calheiros, mostrando como a Braskem está enriquecendo ilicitamente a família Odebrecht, que agora se esconde sob o codinome Novonor. Transformar prejuízo em lucro artificial é crime grave na Lei das Sociedades Anônimas, criada pelo mestre Bulhões Pedreira. Mas quem se interessa? (C.N.)    

One thought on “O receio de Jaques Wagner com a CPI da Braskem é o envolvimento da Petrobras

  1. Brilhante memória! Talvez sejas um dos raros neste país a saber ainda hoje que Lei das Sociedades por Ações foi criada pelo mestre Bulhões Pedreira. Parabéns!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *