Após essa “anistia à corrupção” no Brasil, logo teremos de “indenizar” os corruptos

Charge: Brasil piora no “ranking da corrupção” - Blog do AFTM

Charge do Cazo (Blog do AFTM)

Eduardo Affonso
O Globo.

Causou espanto ao senador Flávio Dino, iminente ministro do Supremo, o rebaixamento do Brasil no Índice de Percepção da Corrupção (IPC), elaborado pela Transparência Internacional. Depois de qualificar o relatório como “atípico e anômalo”, com “afirmações exóticas”, Dino incorporou o estilo da saudosa mulher sapiens, hoje presidenta do banco do Brics, Dilma Rousseff:

— O que mudou é que nós pusemos fim à política de espetacularização do combate à corrupção, que é uma forma de corrupção. Quem usa corrupção como forma de combate à corrupção, como bandeira política, é tão corrupto quanto o corrupto.

COISA DE LOUCO – Só com essa declaração escalafobética, o Brasil deve ter galgado 10 postos no Índice de Corrupção da Diversidade Vocabular. Dino talvez tenha tentado dizer que lutar contra a corrupção pode corromper — uma indireta para seu antecessor, o ex-juiz, ex-ministro da Justiça e temporariamente senador Sergio Moro. Ou seja: combatamos o crime organizado, mas com moderação. Muita moderação.

Seu futuro colega, o ministro Gilmar Mendes foi mais ponderado: “Um índice baseado em percepções precisa ser visto com cautela. A questão exige exame mais aprofundado, a fim de evitar conclusões precipitadas”.

Quem se precipitou — ladeira abaixo — foi o Brasil, cuja cotação no mercado da honestidade ainda não chegou às profundezas (continua acima de países como Paraguai, Rússia, Irã, Sudão, Haiti, Coreia do Norte, Nicarágua, Venezuela). Mas tem de melhorar para atingir o mesmo patamar de modelos de governança como Cuba, Cazaquistão, Albânia, Belarus, Burkina Faso e Etiópia.

LIBERANDO GERAL – O desmantelamento dos mecanismos de transparência e compliance começou no governo Bolsonaro e ganhou fôlego sob Lula 3. Coincidentemente (ou não), o que afeta a percepção de que uma das nossas mais caras tradições — a impunidade — voltou com tudo é a postura do Supremo Tribunal Federal (com destaque para os juízes indicados por Lula).

Foi Ricardo Lewandowski quem, monocraticamente, suspendeu as restrições à indicação de políticos para assumir cargos de direção em empresas públicas — abrindo a porteira para o aparelhamento das estatais.

Foi Dias Toffoli quem sustou os pagamentos de acordos de leniência firmados com a J&F (R$ 10,3 bi) e a Odebrecht (R$ 3,8 bi) — isso enquanto o governo, para aumentar a arrecadação, taxa as blusinhas da Shein. E a nomeação de Cristiano Zanin sugere a intenção de seguir deixando passar a boiada.

INDENIZAR OS CORRUPTOS – Nesse ritmo, depois da anistia ampla, geral e irrestrita aos corruptos, não será surpresa se o contribuinte se vir obrigado a arcar com a indenização, por danos morais e materiais, às empresas envolvidas nos escândalos investigados no âmbito da finada Operação Lava-Jato.

Mas só os contribuintes brasileiros, porque dificilmente Estados Unidos, México, Peru, Colômbia e a penca de outros países aonde chegaram os tentáculos da nossa macrocorrupção farão essa desfeita a seus cidadãos.

Sendo os eminentes ministros do STF guardiães dos preceitos constitucionais, convém lembrar que não apenas os golpes de Estado ameaçam a democracia. A corrupção a corrói por dentro, silente e insidiosa. Sem a espetacularização dos vidros quebrados, telas rasgadas e relógios partidos.

8 thoughts on “Após essa “anistia à corrupção” no Brasil, logo teremos de “indenizar” os corruptos

  1. Sr. Newton

    Veja o don FHCorleone/Lulatrocida “exportando “know-how”

    A “humanização” dos bandidos está do jeito que foi implatada pelo Maior Ladrão que o Mundo já Viu e seu Sinistro a Maior Baleia Assassina do Brasil.

    Como é bom “humanizar” bandidos…..

    ‘PCC fez escola’: Ladrões roubam R$ 80 milhões de cambistas no Paraguai…

    https://noticias.uol.com.br/colunas/josmar-jozino/2024/02/06/ladroes-levam-r-80-milhoes-de-cambistas-no-paraguai-pcc-na-mira-da-pf.htm?cmpid=copiaecola

    PS.
    Agora estão “humanizando” os bandidos da Lava-Rato, Emilião e Os Irmãos Metralhas Joesley vão ganhar Prêmios de bilhões por serem corruptos humanizados….

    Grande Abraço

  2. “…
    — O que mudou é que nós pusemos fim à política de espetacularização do combate à corrupção, que é uma forma de corrupção. Quem usa corrupção como forma de combate à corrupção, como bandeira política, é tão corrupto quanto o corrupto….”””

    Entendi, mas, não compreendi….

    “…No indicador de renda, o Maranhão fica em último lugar, com índice de 0,612. Vinte e três cidades do Maranhão estão entre as 100 cidades do Brasil com pior IDH, mas dentre as 200 cidades brasileiras com melhor IDH, nenhuma é maranhense….””

    • -PF combate fraude em licitações e desvio de dinheiro no Maranhão

      -Prefeito, secretária e empresários são alvos de operação contra corrupção em Bela Vista do Maranhão

      Segundo o Ministério Público, um grupo criminoso estaria ocultando o desvio de dinheiro público. Mais de R$ 5 milhões foram bloqueados e policiais estiveram na casa de Augusto Filho (PL).

      – PF prende dois em operação sobre suposto desvio de verbas do Orçamento Secreto no Maranhão
      Operação em conjunto com MPF e CGU investiga desvio de R$ 69 milhões do Sistema único de Saúde (SUS) no Maranhão.

      – CANTANHEDE – Operação Maat prende ex-gestores por corrupção e desvio de recursos públicos.

      -MPF investiga fraude milionária no SUS de Maranhão envolvendo tratamento pós-covid, diz TV

      Reportagem do ‘Fantástico’ revelou esquema de atendimentos médicos e tratamentos fantasmas no Estado; caso inclui até paciente já falecido

  3. Já tínhamos postado ha algum tempo, que teríamos que legislar colocando a corrupção como ato legítimo e que também teríamos que indenizar as “vítimas” da Lava Jato, com juros, correção monetária e perdas morais.
    Com isso, damos fim a corrupção.
    E o Brasil ficará o país dos sonhos. Para poucos mas ficará.

  4. “Foi Dias Toffoli quem sustou os pagamentos de acordos de leniência firmados com a J&F (R$ 10,3 bi) e a Odebrecht (R$ 3,8 bi)”

    Sustou? Quanto essas empresas pagaram, referente a essas multas? Alguém sabe?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *